Batalha campal na Bolívia

Na Bolívia, a partida entre Ciclón e Destroyers se transformou em pancadaria generalizada.
A confusão começou porque a comissão técnica do Destroyers reclamou com a arbitragem, pois estavam atirando foguetes neles.
Daí um jogador do Ciclón se intrometeu, empurrando o técnico adversário, outro do Destroyers empurrou, e...
Acabou que invadiram o campo vários torcedores do Ciclón (segundo o Opinión da Bolívia, embriagados), para pegar os jogadores do Destroyers que iam se refugiar no vestiário.
Antes de sair, o goleiro reserva dos Destroyers ainda teve tempo de agredir um jogador do Ciclón com um pontapé no rosto, que caiu no chão, com o maxilar fraturado e três dentes perdidos.
Os torcedores utilizaram paus e pedras na perseguição e combate com os jogadores visitantes. A violência foi tanta que até jogadores do Ciclón (time local) ajudaram alguns jogadores visitantes a se safarem dos golpes, como o goleiro titular do Destroyers que apanhava em meio a um grupo de torcedores.

O juiz, apesar de estar entre alguns policiais, acabou apanhando um pouco também, e recebeu 12 pontos no rosto: -Temi não sair vivo, disse depois.

Já no vestiário, os jogadores do Destroyers não tiveram trégua, e após pedras e vidros quebrados, refugiaram-se na Escola de Polícia, cerca de algumas quadras do estádio.
Segundo o relato da imprensa, até as locuções de rádio foram interrompidas.

E mais essa: segundo um diretor do Ciclón, o juiz estava favorecendo os visitantes do Destroyer por estar claramente embriagado.

O que levaria a duas conclusões:
1. Se for verdade, pelo menos diminuiu o impacto dos golpes que o juiz sofreu.
2. Futebol e álcool na Bolívia são esportes indissociáveis.

Fontes:

Opinión (Bolívia)
D. Olé (Argentina)

3 comentários:

Anônimo disse...

Colegas da Bloguesfera

Isto é um convite para se alistarem no Futebol Português.

Seguindo o link há instruções para se alistarem.

Saudações Desportivas

---------------------------------------------------
http://futeportugal.topsiteworld.com

Maurício Alejándro Kehrwald disse...

Vou resumir o problema - se mo permite a pretensão - com uma pergunta:

O que esperar de um futebol cujo maior ídolo foi, é e será "El Diablo" Etcheverry?

George disse...

Hehehehehe...pior que eu tenho que pesquisar em que divisão foi esta bagaça. Acho que não são da primeira divisão.

Postar um comentário

top